Violet a Ninja

Movendo-se rapidamente através do telhado ela considerava seu perigo iminente. Ela lançou-se no ar e facilmente entrou entre dois prédios, iniciando uma corrida, nunca perdendo velocidade. Era uma corrida urgente contra o tempo e ela não estava disposta a por tudo a perder, não agora. Não depois de tudo que ela conquistou. 

Violet agora estava perto, forçando sua capacidade física e mental. Ela passou o último obstáculo, uma complicada janela trancada, e ela estava dentro! Ela rapidamente se enfiou embaixo de um cobertor luxuoso e então...

“Violet, é hora de levantar! Não vamos nos atrasar para escola hoje!”

Sua mãe abriu a porta do quarto e olhou lá dentro. Violet estava submersa até o pescoço nas suas roupas de cama, escondendo suas roupas de kung fu e tênis. Ela conseguiu, e sua luta contra o crime não tinha sido descoberta hoje.

“Ufaa,” Violet pensou, “essa foi por pouco.”

A noite inteira lutando contra criminosos clandestinos deixou Violet cansada mas animada. Suas habilidades com kung fu depois de anos de treino estava muito boas e o seu muito sábio professor de kung fu sempre a lembrava que essa excepcional habilidade vinha com grandes responsabilidades. Então Violet usava suas habilidades para lutar contra o crime e manter as pessoas a salvo.

Ela considerou em como poderia manter o sono em dia sem levantar suspeitas. Ela iria para casa da sua melhor amiga Mandy depois da escola para estudar e descansar. Mandy não só sabia sobre a secreta vida dupla de Violet, como também era uma incrível ajudante. Ela não era muito boa em campo, mas providênciava apoio remoto e também pesquisas quando Violet precisava, também ajudava com a questão dos pais.

Violet tirou sua roupa de corrida, escondeu sua camiseta de kung fu no fundo do guarda-roupa e se arrumou para escola. Hoje ela tinha uma prova de programação e ela estava determinada a criar o robô mais inteligente da sala, um que iria lhe render boas notas, mas também servir de base para uma nova arma que ela queria experimentar.

Violet tinha decidido que tudo que ela fazia poderia ser usado para ajudar na sua vida como combatente do crime, ela foi criativa sobre isso. Não fazia sentido desperdiçar tanto tempo na escola quando ela podia usar seus estudos para ser mais esperta, rápida e incrível. Então seu trabalho de escola era feito enquanto os criminosos bolavam seus planos, e Violet sempre estava lá, um passo na frente, sempre acabando com seus planos antes que alguém se machucasse.

Três, dois, um! Todos alunos abriram seus laptops e a aula começou. Os dedos de Violet digitavam rápidamente no teclado, o seu robô respondia a todos os seus comandos e dançava para sua professora que estava encantada e seus amigos que olhavam admiradamente. Ela tirou dez na sua prova e saiu da classe com o seu novo robô a seguindo. Violet decidiu chamá-lo de Jimmybot e o programou para carregar seus livros e sua bolsa o dia todo. 

Depois da escola Violet foi para a casa de Mandy e a contou sobre sua aventuras da noite passada. Tudo estava protegido, bancos, museus e infra-estrutura de internet, mas as duas acharam que poderiam ter maiores ameaças que elas poderiam estar procurando. Todos os dias existem novas ameaças cibernéticas a pessoas, negócios e até a nações e Violet achava que elas podiam estar lutando contra gangues cibernéticas, especialmente já que as duas tinham conhecimentos impressionantes de informática. Violet estava reprogramando Jimmybot enquanto elas conversavam. De repente um flash roxo iluminou o quarto. 

Violet sentindo uma queimação e ouviu Mandy gritando. A última coisa que ela se lembra é a mãe da Mandy entrando no quarto quando a luz roxa desapareceu e a tela do laptop ficou preta.
Violet acordou assustada algumas horas depois. Uma pequena luz acima da sua cabeça a dizia que ela estava no hospital. Ela precisou de alguns minutos para se lembrar o que havia acontecido. Então ela se sentou assustada. Ela não estava doente, não estava machucada. Na verdade ela nunca se sentiu melhor. Ela estava pensando mais rápido que o comum.

Um barulho de bipe interrompeu seus pensamentos. Ela estava conectada a um aparelhor que monitorava seus sinais vitais e seu entusiasmo fez com que seus batimentos cardíacos acelerasse. Violet podia ver uma pequena luz piscando e ela desejava que aquele barulho de bipe chato parasse. A máquina se silenciou e as luzes desapareceram. Violet achou muito estranho. De repente começou um barulho alto e a enfermeira entrou no quarto correndo.

A enfermeira estava ao lado da cama, verificando o pulso e a pressão de Violet. “Não tem com o que se preocupar, querida” disse a enfermeira. “Deve haver algo errado com o monitor. Você está bem. Só precisa passar por uma consulta com o médico e provavelemente poderá ir pra casa de manhã.” Ela deu um sorriso tranquilizador enquanto virava o monitor para o lado oposto.

Violet se levantou e flexionou seus músculos. Ela se sentia incrívelmente forte. Ela andou até a janela para pegar um ar e descobriu que estava trancada. “Que irritante!” exclamou e então de repente a trava elétrica se abriu.

“Isso é muito estranho,” Violet sussurou pra si mesma, e olhou para a televisão no canto do quarto. Ela desejou que a televisão se ligasse e ela se ligou. Ela se sentou na cama sem conseguir acreditar no que estava acontecendo. Ela respirou fundo, imaginou os canais sendo mudados, imaginou aumentando e abaixando o volume. E aconteceu.

Sua bolsa de escola estava ao lado do armário. Ela mentalmente desligou a televisão e vasculhou sua bolsa. Ela achou seu laptop mas Jimmybot tinha desaparecido. Ela mentalmente ligou seu computador, olhou o código que ela havia programado naquele dia, e mentalmente alterou seu código para trazer Jimmybot ao hospital. Minutos depois Jimmybot apareceu no seu quarto do hospital.

Violet riu. Ela fechou os olhos, mentalmente invadiu o computador da escola e olhou suas notas. Dez para matemática e informática. Ela mudou o resto das notas para dez. Ela pensou como seria fácil invadir o sistema do banco internacional e pegar muito dinheiro. Ela imaginou tomando controle de um míssil controlado eletronicamente e iniciar uma guerra entre dois países que ela não se importava...

“Violet… VIOLET!” Ela escutou a voz do seu professor de Kung Fu na sua mente. “O que você esta fazendo? Você tem a chance de mudar de combatente do crime para superherói! Você pode ajudar tantas pessoas. Você só precisa se focar. Você precisa treinar sua mente e seus novos poderes. Pense grande.

Violet estava em choque. Como seria fácil seguir o caminho errado. Ela rapidamente mudou suas notas para como estavam antes e começou a treinar. Ela sentia seu corpo ficando mais forte a cada minuto, sua mente estava limpa e seus objetivos tornaram mais claros.

Mandy estava impressionada com tudo o que Violet a contou, e Violet podia ver a cara de dúvida no rosto de sua amiga. Até agora, as duas eram iguais, no kung fu, programação, tudo que era importante. Mas agora Violet tinha um super poder.

“Melhores amigas para sempre?” Violet perguntou.

Mandy balançou a cabeça dizendo sim. Qualquer que seja esse novo poder, as amigas concordaram: elas poderiam usá-lo para ir atrás de cyber criminosos! A nova dupla sentou e começou a bolar planos.